Anunciado desde o começo de 2015 e oficializado em 21/04/2015, o Google adaptou seu algorítimo para privilegiar, nos resultados de busca, os sites que estejam preparados para apresentar conteúdo para as plataformas móveis.

Mais facilidades em apresentar resultados relevantes aos dispositivos móveis.

A ideia é bem simples. Com o crescente uso da internet por meio de smartphones/dispositivos móveis, o Google resolveu apostar no segmento e passou a privilegiar em seus resultados de busca, as páginas e sites que utilizam codificação adequada para mostrar conteúdo nestes aparelhos.

Não estamos falando em uma "tragédia tecnológica" aos sites antigos, afinal, os resultados de pesquisa continuarão a aparecer. A diferença é que os sites "responsives" e/ou adaptados para "mobile" irão ter um critério positivo a mais na apresentação destes resultados, e com isto, uma melhor classificação nas buscas.

A novidade é bem vinda, pois torna o uso do celular mais amigável ao usuário e facilita o seu trabalho em localizar o que procura e este é o objetivo do seu uso. Um exemplo deste novo padrão pode ser visto facilmente no seu dispositivo, ao fazer uma busca ele já indica no começo do resultado se o conteúdo é compatível com dispositivo móvel, certamente o próprio usuário dará a preferência pelo link positivado.

Para saber mais informações, visite o blog oficial do Google Mobile Friendly, ou veja as respostas de dúvidas mais comuns dos usuários.

Para saber seu a sua página ou site já está em conformidade com este novo padrão, utilize a ferramenta de teste de compatibilidade, digitando a URL do seu site ou especificamente de sua página.

Ps: Nada de pânico, adequando o seu conteúdo ao Mobile Friendly, seu site passa a ter esse reconhecimento em poucos instantes, ou seja; na próxima reindexação do Google que é frequente.